O Portugal de 1834

O Portugal de 1834

O Portugal de 1834 e a Guerra Civil Vistos por um Inglês constitui um estudo do relato de James Edward Alexander, Um Esboço de Portugal Durante a Guerra Civil de 1834, traduzido e publicado por Livros Horizonte. Procurando agradar a um público específico, os militares, o autor tem como principal objectivo elogiar o papel desempenhado pelos seus compatriotas durante a guerra, sublinhando como D. Pedro está em dívida para com a Inglaterra e omitindo os aspectos mais negros da participação britânica, nomeadamente a indisciplina dos voluntários e os desentendimentos do governo português com alguns oficiais britânicos. Porém, Alexander não se centra apenas nos cenários de guerra, descrevendo-nos Lisboa e os seus habitantes. Tópicos como a sujidade das ruas e a “água vai”, os rituais religiosos, os meios de transporte ou as figuras típicas lisboetas fornecem também um interessante retrato da capital portuguesa da época. Misto de crítica e de admiração, a obra fornece-nos o Olhar do inglês crente na sua superioridade, mas também seduzido pelo mítico Sul, território longínquo no tempo e no espaço, conotado com barbárie e incivilização, mas por isso mesmo, simultaneamente sonhado e desejado.

12.11

Em stock

REF: 76003 Categoria: Etiqueta:
  • Sobre o livro
  • Detalhes do produto

Descrição

O Portugal de 1834 e a Guerra Civil Vistos por um Inglês constitui um estudo do relato de James Edward Alexander, Um Esboço de Portugal Durante a Guerra Civil de 1834, traduzido e publicado por Livros Horizonte. Procurando agradar a um público específico, os militares, o autor tem como principal objectivo elogiar o papel desempenhado pelos seus compatriotas durante a guerra, sublinhando como D. Pedro está em dívida para com a Inglaterra e omitindo os aspectos mais negros da participação britânica, nomeadamente a indisciplina dos voluntários e os desentendimentos do governo português com alguns oficiais britânicos. Porém, Alexander não se centra apenas nos cenários de guerra, descrevendo-nos Lisboa e os seus habitantes. Tópicos como a sujidade das ruas e a “água vai”, os rituais religiosos, os meios de transporte ou as figuras típicas lisboetas fornecem também um interessante retrato da capital portuguesa da época. Misto de crítica e de admiração, a obra fornece-nos o Olhar do inglês crente na sua superioridade, mas também seduzido pelo mítico Sul, território longínquo no tempo e no espaço, conotado com barbárie e incivilização, mas por isso mesmo, simultaneamente sonhado e desejado.

Informação adicional

Weight 0.236 kg
Dimensions 17 x 24 cm