Products tagged “Ensino e Educação”

  • A Bíblia de Bolso da Gravidez

    Os nove meses de gravidez são sempre simultaneamente maravilhosos e assustadores. É uma altura de transformação, de expectativa… e de mil e uma dúvidas! Entre o que os médicos, os familiares, as amigas e as vizinhas dizem, nada como tirar tudo a limpo. Afinal o que pode esperar ver na primeira ecografia? Quantas chávenas de café pode a grávida consumir? É seguro viajar durante a gravidez? Como preparar-se para o nascimento? Quais os critérios a ter em conta na escolha do nome do bebé? O que realmente faz falta na mala para a maternidade? Todas as respostas, factos e curiosidades que uma grávida quer saber reunidos num livro divertido e bem organizado, para uma mais rápida consulta.

    15.43€
  • Sou Pai, e Agora-A Arte da Paternidade-Guia Fund Homens

    Acabou de ser pai ou vai sê-lo em breve? Boa! É a melhor coisa do mundo, etc., etc.. Agora a vida pode retomar o seu rumo… ou quase… Com Sou pai, e agora? ficará a saber como vai ser a vida daqui em diante. Repleto de informações e dicas práticas, de leitura fácil, eis um livro divertido que lhe explica tudo o que precisa de saber para sobreviver ao próximo ano, nomeadamente: – Sono: Está provavelmente a perceber porque é que a privação de sono é usada como tortura. Com o que pode contar, em que alturas, e como aguentar? – Sexo: Quando recomeça? A amamentação funciona mesmo com meio de contraceção? Como e quando recuperar a relação privilegiada com a sua companheira? – Dinheiro: Tem consciência de ter gasto uma pequena fortuna antes do nascimento do seu filho? As despesas vão continuar – mas em que medidas? Haverá soluções que não impliquem mandar o seu bebé lavar pratos? – O seu bebé: Por enquanto o fruto das suas entranhas não faz muito mais do que comer e dormir. O que pode esperar dele e quando? Graças a este livro, no fim do primeiro ano não só conseguirá mudar uma fralda a dormir (se é que consegue arranjar algumas horas para tal) mas também, e mais importante, dominará a arte de ser um excelente pai.

    16.00€ 11.20€
  • A Recuperação da Autoridade

    DE UM DOS MAIS FAMOSOS E CONCEITUADOS PEDAGOGOS DA ACTUALIDADE COM PREFÁCIO DE DANIEL SAMPAIO José Antonio Marina ocupa-se e preocupa-se com um tema central, tanto para a família como para a escola: a autoridade. Mas em que consiste esta autoridade? Por um lado, a educação permissiva, exercida nos últimos tempos, fez com que os nossos filhos não aceitassem mais ordens nem orientações. Esquecemo-nos de que, para sermos felizes, teremos forçosamente de ver alguns dos nossos desejos frustrados, e que conviver com isto é próprio da condição humana. Por outro lado, a educação autoritária, que transparece na fórmula «é assim porque eu digo», mostrou-se ineficaz e contraproducente. O autor reclama assim uma autoridade responsável. É melhor obedecer por convicção do que por coacção. E é precisamente por essa via que conseguimos resolver os nossos problemas. Este livro é uma bússola, um mapa de navegação, com exemplos e propostas que nos permitem «fazer melhor» a inevitável tarefa de educar.

    14.84€
  • Psico-Truques para Crianças dos 3 aos 6 Anos

    Como evitar que a hora de deitar seja um verdadeiro pesadelo? As bulhas entre irmãos são mesmo inevitáveis? Porque tenho a impressão de ter de repetir incessantemente as mesmas instruções? Como reagir às mentiras da criança? O que fazer para evitar que o nosso filho se transforme numa “criança -rei”? Como prepará-lo para a escola? Este segundo título da coleção Psico-truques fornece respostas claras às perguntas que a maioria dos pais se coloca sobre o desenvolvimento do filho, dos 3 aos 6 anos de idade. Desmistifica certas noções relativas à evolução da criança e oferece, de modo simples, dicas e conselhos que facilitarão a vida dos pais. Cada artigo resume-se a alguns psico-truques ao alcance de qualquer um, para serem aplicados na vida de todos os dias.

    14.55€
  • Psico-Truques para Crianças dos 0 aos 3 Anos

    Em que altura o feto entra em contacto connosco? Devo deixar o meu filho chorar? Como habituá-lo a dormir na sua própria cama? Embalo-o com muita frequência: um capricho? Com que idade é que a criança deixa de usar fralda? Como prevenir as birras? Respostas claras às perguntas que a maioria dos pais se coloca sobre o desenvolvimento do filho, desde a vida intra-uterina até aos 3 anos de idade. Este livro desmistifica certas noções relativas à evolução da criança e oferece, de modo simples, dicas e conselhos que facilitarão a vida dos pais. Cada artigo resume-se a alguns psico-truques ao alcance de qualquer um, para serem aplicados na vida de todos os dias. Estratégias da Psicologia para Não dar em Doido

    13.99€
  • Conversas de Bebé

    Todas as crianças são espertas, mas pode dar à sua um empurrão. FALE com ela, ajude-a a desenvolver o seu verdadeiro potencial. A boa aprendizagem da linguagem constitui uma base para o sucesso da vida do seu filho. Com ela, a criança terá capacidade para lidar com as exigências que a vida lhe proporcionará. Muitos pais julgam que a aprendizagem da linguagem é um dado adquirido, ou encaram-na como a responsabilidade dos professores, o que é incorrecto. Ajudá-lo nessa tarefa pode parecer uma responsabilidade incrível vista à luz desta realidade, mas a verdade é que é, sim, incrivelmente simples fazê-lo! A linguagem aprende-se a qualquer hora, em qualquer lugar. Basta que FALE, FALE, FALE – em casa, no jardim, nos transportes, no carro, enquanto lhe dá de comer, enquanto cozinha, enquanto lhe dá banho – FALE, FALE, FALE – naturalmente, de forma espontânea. Torne esse simples gesto um modo de vida. Conversas de Bebé é um guia de leitura acessível, repleto de ideias para ajudá-lo a transformar as actividades diárias em divertidas experiências de aprendizagem para o seu bebé. Não precisa de um diploma, de brinquedos caros ou ferramentas luxuosas – tudo o que precisa é de entusiasmo, de um pouco de imaginação e deste livro que lhe ensinará muitas coisas.

    15.90€
  • Aprender a Ir à Escola

    A preparação que as crianças realizam antes de irem para a escola avalia em grande medida o grau de sucesso que obterão ao longo do percurso escolar e da vida. Quanto mais bem sucedidas forem na escola melhor se sentirão consigo próprias, maior a probabilidade de serem resilientes e capazes de enfrentar os desafios da vida. O seu papel na preparação do seu filho para a escola não é ensiná-lo a ler e a escrever – é sobretudo ensiná-lo a aprender e a cultivar o amor à aprendizagem – ajudá-lo a querer aprender, o que é infinitamente mais importante do que ser ensinado. “Aprender a Ir à Escola” ensina-o a promover as capacidades linguísticas e de aprendizagem do seu filho através de brincadeiras; como explorar o entusiasmo, curiosidade e energia naturais da criança e criar oportunidades para consolidar a confiança, crescer social e emocionalmente, desenvolver a coordenação e a capacidade de resolver problemas. • É prático e simples • Está repleto de ideias para o ajudar a transformar as actividades do dia a dia em experiências de aprendizagem divertidas para o seu filho • Oferece sugestões e dicas para usar o que tem ao seu dispor para ensinar ao seu filho as capacidades fundamentais • Inclui directrizes para as várias fases de desenvolvimento nas principais áreas • Inclui jogos que desafiam a imaginação, apropriados a cada faixa etária pré-escolar • Realça eventuais problemas de desenvolvimento que possam surgir para que seja capaz de os identificar e rectificar • Disponibilize tempo para brincar com o seu filho – jogos de espera enquanto está preso no trânsito, jogos de histórias para consolidar as capacidades linguísticas, jogos de exercício para desenvolver as capacidades motoras, jogos sossegados para desenvolver a paciência e a resiliência. Use as ideias do livro para deliciar e ensinar o seu filho e divirta-se enquanto o faz.

    13.33€
  • Casa de Pais… Escola de Filhos,

    Orientações práticas da psicologia para as dúvidas e atritos do dia a dia. Casa de Pais… Escola de Filhos reúne uma série de textos simples e diretos, apresentando conselhos e orientações para resolver e contornar as dificuldades do dia a dia com que cada um se confronta na educação dos filhos. Das birras dos mais novos à questão do dinheiro ou da sexualidade dos mais velhos, passando pelas relações com a escola, com a família, o papel do psicólogo ou a importância dos modelos que se apresentam, eis um livro que nos ajudará a acompanhar os nossos filhos no caminho para a idade adulta e para uma melhor integração na sociedade. «Este livro não é um texto académico para psiquiatras ou psicólogos. Destina se a pais, avós, professores, profissionais e todos que lidam com crianças e adolescentes.» Do prefácio, do Prof. Doutor Hugo Gil Ferreira. Eva Delgado-Martins é Psicóloga e Especialista em Educação Parental.

    13.36€
  • A Cidadania na Escola

    14.84€
  • Educação Ambiental

    O livro começa por apresentar três visões distintas de ecologismo e inclui um estudo que visou identificar a incidência das referidas perspectivas em docentes de diferentes ciclos de escolaridade (do Pré-Escolar ao Ensino Secundário). Por fim, conclui com diversas sugestões didácticas para uma maior visibilidade das diferentes perspectivas ecológicas, de modo vivificar o ensino da educação ambiental, afastando-a de uma abordagem de mera promoção exclusiva da qualidade de vida humana, pondo em causa valores actualmente considerados inquestionáveis. Autor da obra para crianças, O Dono de Tudo, também editada pelos Livros Horizonte, António Almeida é membro do Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais (CIED) da Escola Superior de Educação de Lisboa, onde desenvolve actualmente projectos de investigação que visam uma articulação entre o ensino das Ciências e a Ética Ambiental. Licenciado em Geologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e doutorado em Ciências da Educação pela Universidade Aberta, António Almeida tem publicado vários títulos em áreas relacionadas com o Ambiente e a Educação.

    15.90€
  • Instrução Pública no Portugal de Oitocentos

    Neste início do milénio, Portugal, como tantos outros países, vê-se a braços com problemas por resolver na área da Administração Escolar. Procura-se caminhos para tornar real a transferência de poderes e de funções dos centros políticos nacionais e regionais, para o âmbito local e, ao mesmo tempo, procura-se a efectiva autonomia dos estabelecimentos de ensino. Porém, ainda há um século e meio os problemas que se punham eram bem diferentes. A questão, na altura, era a de saber se devia existir ou não uma estrutura central administrativa, especialmente dedicada aos assuntos da Educação e Ensino. No estudo da história da educação em Portugal há perguntas incontornáveis: De que modo as reformas pombalinas contribuíram para o início da centralização régia? Que dinâmicas mais influíram para a criação e extinção de um Ministério de Instrução Pública em dois momentos diferentes? O que terá levado a intelligentsia oitocentista a considerar importante a sua criação? Qual o papel dos deputados e pares do Reino na autonomização de uma pasta específica dedicada às questões da Educação? Quais as medidas mais relevantes da responsabilidade dos titulares desses Ministérios? Estas são as questões que as autoras, Áurea Adão e Maria Neves Gonçalves, procuram responder. Áurea Adão possui o Doutoramento em Educação (História e Filosofia da Educação) pela Universidade de Lisboa, é professora de Humanidades e Tecnologias na Universidade Lusófona e Reitora da Universidade Lusófona de Cabo Verde, Baltazar Lopes da Silva. Foi investigadora na Fundação Calouste Gulbenkian. Recebeu o prémio “Dr. Rui Grácio”, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. É autora de um conjunto amplo de estudos de história da educação portuguesa, publicados em livros e revistas nacionais e estrangeiros. Maria Neves Gonçalves, com o grau de mestre em Ciências da Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, é professora do Ensino Secundário. Doutoranda da Universidade de Évora, está a preparar uma tese sobre o ideário educativo republicano, no período compreendido entre 1878 e 1910. É autora de estudos de história da educação e co-autora de livros didácticos para a disciplina de Português do Ensino Secundário.

    16.15€
  • Animação Cultural

    Este livro apresenta, em três etapas, um “mapeamento” da Animação Cultural destas últimas décadas, com recolha de entrevistas e observação participante ao longo de duas décadas. As observações que detemos nos entrevistados são o ponto de partida para este trabalho reflexivo sobre a realidade sociocultural da Animação Cultural ou a sua integração em diversos processos de intervenção social e cultural no país.

    14.84€
  • Memórias do Liceu Português

    Sim, dos liceus públicos e laicos, tanto quando estipulou a lei da sua criação em 1836, mas também de colégios particulares, escolas comerciais e industriais, de colégios militares, de escolas estrangeiras, de instituições religiosas, de Portugal continental e das Ilhas, das ex-colónias portuguesas. Memórias de mais de três gerações que, não apanhando quase a República (1910-1926), retratam o Estado Novo (1933-1974) nas suas diversas fases, e mesmo o pós 25 de Abril. Mais de oitenta testemunhos de mulheres e homens que hoje desempenham diversas profissões, todos eles contando, muitas vezes através de uma nostalgia não negada, recordações de professores e colegas, edifícios e actividades, livros e brincadeiras. Marcas eternas, de sinal positivo ou negativo, na formação de personalidades e caracteres. Tempo mais longo e mais perto que a Escola Primária, igualmente iniciático, dos 10 ou 11 anos até aos 15 ou 16, parece permanecer mais firme na memória de quem escreve, mais detalhado, mais conciso. A História é feita desta acumulação de memórias individuais, biográficas, a construção da Memória colectiva passa por esta fase, apesar de o todo ser mais que as partes, ser diferente mesmo. É esta aliciante leitura, mosaico de muitas peças, de muitas cores, que convidamos o leitor a percorrer. E assim, talvez, de alguma maneira, a fazer também, mentalmente, a “viagem” do que foi o tempo do seu “liceu”. A. H. de Oliveira Marques, Adriano Moreira, Almeida Santos, Belmiro de Azevedo, Rita Ferro, José-Augusto França, José Régio, Mário Crespo, Teolinda Gersão, Marçal Grilo, Leonor Xavier entre muitos outros testemunhos.

    20.70€
  • A Língua Inglesa no 1º Ciclo do Ensino Básico

    Ao alargar a oportunidade de aprendizagem de uma língua estrangeira a segmentos da comunidade que tradicionalmente não o podiam fazer, o currículo dos primeiros anos de escolaridade tornou-se definitivamente mais inclusivo. Esta medida, que há muito tardava, surge para dar cumprimento a inúmeros acordos rubricados pelo nosso país nesse sentido e deve, de acordo com as disposições que lhe deram origem, perspectivar a aprendizagem de línguas estrangeiras pelos mais novos como um processo de construção de uma competência simultaneamente multilingue e multicultural, permitindo à criança olhar para o diferente enquanto objecto de curiosidade e descobrindo a substância das diferenças que o mundo tem para nos surpreender. Trata-se de um efectivo primeiro patamar de educação linguística e a sua implementação deve ser devidamente acautelada, enquadrada por orientações curriculares e recomendações metodológicas criteriosas, já que o contacto com uma língua estrangeira constitui um acervo vivo de experiência e de (in)formação que no contexto actual da educação em Portugal seria lastimável desbaratar. O conjunto dos textos aqui reunidos, publicados ao longo dos últimos quinze anos, ilustra bem como foi sendo sustentada a matriz do pensamento do autor, nas vertentes teórica e prática, sobre esta temática de tão grande actualidade.

    26.19€
  • O Traço da Infância

    O Traço da Infância pretende equacionar a evolução da linguagem visual relacionando-a com a construção do imaginário e as etapas do desenvolvimento cognitivo e afectivo da criança. Sabemos que, nos primórdios da existência humana, os traços que invadem a superfície do desenho são uma fonte de prazer e uma necessidade tão natural como comer ou brincar. Todas as crianças desenham, embora poucos adultos o façam. – Não sei desenhar! Como, quando e porquê se começa a ter a noção desta incapacidade? Por que desenha a criança? Será preciso ensiná-la a desenhar? Só os adultos são artistas? Onde começa o real e a acaba a fantasia? O traço arrisca-se em busca de uma forma e revela-se como a marca de um gesto? Traçar uma forma é saber o que uma coisa é, para depois saber como a repre-sentar? Como se constrói o símbolo, casual ou intencionalmente? A realidade não é o real, mas o entendimento que temos das coisas?

    11.87€
  • Poder e Ensino. Os manuais de história na política do Estado Novo

    Ao contrário da memória que o regime do Estado Novo construiu sobre si próprio, a sua afirmação não foi natural nem fácil e foi conseguida através de sucessivas vitórias no plano militar e institucional. O mesmo aconteceu no campo da educação e particularmente no ensino da História. No momento da génese e afirmação do projecto do Estado Novo confrontaram-se abertamente distintas perspectivas e projectos relativos à sociedade portuguesa. Os debates sobre o público a que o liceu se destinava, sobre as políticas de ensino, os programas e manuais escolares e sobre as finalidades e o objecto do ensino da História inserem-se neste confronto. Neste trabalho pretende-se perceber a expressão dos conflitos e dos consensos a nível da educação no processo de definição da nova ordem política. Pretende-se também determinar o lugar que as políticas educativas e as normas definidas para a produção dos manuais escolares para os liceus tiveram no projecto educativo do Estado Novo. E, no momento em que diversos modos de pensar a sociedade se debatiam, pretende-se perceber como é que os conflitos da sociedade portuguesa dos anos trinta se reflectiram na disciplina de História e se definiu o seu objecto, conteúdos e discurso, contribuindo para divulgar e impor um modelo e um imaginário de sociedade.

    17.71€