Catálogo

  • Os Sistemas Eleitorais: o contexto faz a diferença

    “Os Sistemas Eleitorais: o contexto faz a diferença “apresenta, define e debate os diversos sistemas eleitorais, as suas vantagens e desvantagens. Com este livro ficamos a par da actualidade relativamente às reformas dos sistemas na maioria dos países ocidentais. A obra apresenta estudos detalhados acerca das tendências internacionais e a sua evolução em diversos países, incluindo Portugal. Imprescindível para compreender a actualidade. Dieter Nohlen é professor emérito de Ciência Política da Universidade de Heidelberg (Alemanha). Galardoado com o Prémio de Investigação Max-Planck (1991) e autor de vasta bibliografia, dirigiu recentemente as obras Diccionario de Ciencia Politica (2006) e Elections in Europe (2007).

    14.63
  • Múltiplas Modernidades. Ensaios

    A modernidade estendeu-se de facto à maior parte do mundo. Mas, em vez de constituir um padrão institucional único, uma única civilização moderna, deu lugar ao desenvolvimento de várias civilizações modernas ou padrões civilizacionais, em constante mutação. Depois de enquadrar o problema das múltiplas modernidades contemporâneas, o livro faz uma resenha histórica sobre as primeiras modernidades; sobre as identidades colectivas e sobre a esfera pública e a ordem política na pluralidade dos países do continente americano. A obra detém-se na explanação do conceito “As Modernidades em Reverso”; relata os aspectos da estruturação social e do Protesto nas sociedades modernas (sobre onde estão os limites e onde existe convergência). Para terminar, a obra desenvolve magistralmente os pontos fundamentais acerca da transformação e da transposição das múltiplas modernidades na era da globalização. Shmuel Noah Eisenstadt é professor de Sociologia na Universidade Hebraica de Jerusalém. Foi galardoado com prestigiados prémios internacionais a área das ciências sociais e humanas. Das suas obras traduzidas para português destaca-se A Dinâmica das Civilizações. Tradição e Modernidade.,

    14.63
  • Nova Interpretação dos Sonhos (a)

    Desde 1899 nenhum psicanalista fez novas propostas para os postulados de Freud sobre os métodos de interpretação dos sonhos. Hoje em dia, a maioria dos investigadores que trabalham sobre os sonhos são neurocientistas que excluem completamente qualquer noção de interpretação. O problema mantém-se, portanto, intacto – e longe de ser resolvido. Sem medo de enfrentar os cânones, Tobie Nathan, professor de Psicologia na Universidade de Paris-VIII e autor de vários livros de sucesso, ousa uma «nova interpretação» de A Interpretação dos Sonhos de Freud, recorrendo às mais recentes investigações no campo das neurociências e integrando também as leituras das mitologias grega, africana, judia e árabe. O pai da Etnopsiquiatria vem assim refutar o legado do pai da Psicanálise e constrói como que um guia interior para ajudar o explorador dos sonhos a devolver dignidade a esta dimensão tão crucial das nossas vidas, fornecendo as chaves que nos permitem compreender: – como funciona um sonho; – para que serve sonhar; – a diferença entre um sonho e um pesadelo; – a quem podemos contar um sonho e a quem não se deve nunca contá-lo; – que cada sonho é único porque cada sonhador é único; – que o sonho é um sinal de alerta. Algumas curiosidades sobre os sonhos: Todos os animais de sangue quente sonham – mesmo os fetos dentro da barriga da mãe ou os pintainhos nos ovos. Os pássaros têm sonhos de 10 a 15 segundos. As vacas sonham cerca de 15 minutos por dia. Os gatos chegam aos 200 minutos diários, tornando-se assim os campeões oníricos! O ser humano sonha, em média, durante 100 minutos por dia. O sono ocupa um terço da nossa vida, e por sua vez 25% desse tempo é consagrado aos sonhos. Assim, uma pessoa com 60 anos passou 5 anos da sua vida a sonhar. Segundo o Talmud, “Um sonho não interpretado é como uma carta que não foi lida”.

    18.02
  • Psicologia Política e Líder Carismático

    Se é verdade que quem não aprende com o passado tem de pagar isso no futuro, esta obra de Alexandre Dorna assume uma importância fundamental, pois constitui um instrumento de estudo e de investigação no domínio da sociologia e da área do conhecimento que nesta obra é definida como Psicologia Política. É exemplo disso, o estudo do conceito e figura do líder carismático, que ressurge associado ao fundamentalismo religioso, à extrema-direita, mas também noutras áreas da política, tipificada em várias facetas pelo autor. Esta é, segundo Alexandre Dorna, uma “questão antiga, mas nunca verdadeiramente superada, que reencontra um lugar nas novas relações a céu aberto que a religião tece com a política através da reconversão religiosa dos antigos países comunistas, a visão providencial da ideologia liberal de G.W. Bush ou o envolvimento dos islamitas no terrorismo político”. Por vezes perturbador na sua análise profunda, o autor afirma noutro capítulo desta obra que a nossa sociedade “tornou-se reflexiva, autocrítica e global, mas o sociólogo da modernização está ocupado a desenvolver um fatalismo negativo e comportamentos ao mesmo tempo mais competitivos e individualistas”. Porém, acrescenta, “as relações sociais e as expectativas psicológicas mudaram de natureza. Em consequência, a abordagem das Ciências Sociais e Humanas não logra escapar a essa evolução geral”. Alexandre Dorna é Professor de Psicologia Social e Política na Universidade de Caen, França; é director da revista online Les C@hiers de Psychologie Politique (www.cahierspsypol.fr.st), e presidente Associação Francesa de Psicologia Política. Os domínios principais das suas investigações são: persuasão, discurso político, liderança, organizações, propaganda – áreas nas quais desenvolveu e publicou diversas obras.

    18.17
  • Temas e Debates em Psicologia Social

    O mundo em que vivemos está cada vez mais complexo, e as ciências sociais são constantemente chamadas a interpretar o comporta-mento humano neste novo contexto. Este livro aborda algumas das questões de hoje na perspectiva da Psicologia Social, integrando contributos de autores portugueses e estrangeiros. Com base em investigação recente, procura-se assim equacionar alguns problemas socialmente relevantes como as diferenças de poder, as questões do racismo e da discriminação contra as mulheres, a resposta aos novos riscos a que estamos sujeitos ou as mudanças que se verificam nas organizações. Este livro procura ainda contribuir para uma história desta disciplina, situando o seu desenvolvimento em Portugal no quadro da sua disseminação pela Europa e pelo mundo. Deste modo, apresenta-se como um instrumento útil para quem quiser compreender a sociedade em que vivemos e para os estudantes e investigadores na área das Ciências Sociais em geral e da Psicologia Social em particular. Conta com os textos dos seguintes autores: Andre Savoie, Berta Chulvi, Fabio Lorenzi Cioldi, Francisco Costa Pereira, Glynis Breakwell, Jacques-Philippe Leyens, Jean-Claude Deschamps, Jorge Correia Jesuíno, Jorge Vala, José Neves, Juan Perez, Lígia Amâncio, Luísa Lima, Marcus Lima, Margarida Garrido, Maria Benedicta Monteiro, Michel Désert, Nicole Kronberger, Paula Castro, Willem Doise e Wolfgang Wagner.

    29.28
  • Direitos do Homem e Força das Ideias

    Se as análises históricas, filosóficas e jurídicas acerca do tema dos direitos do homem se multiplicam, falta ainda o olhar da psicologia social sobre este aspecto do entendimento humano. As pesquisas precedentes que assentam nas relações e representações entre grupos, levaram o autor a abordar a problemática dos direitos humanos sob o ângulo da sua universalidade e dos seus limites. Ele considera estes direitos, acima de tudo, como ideias-força que visam orientar as relações de interdependência entre humanos. As pesquisas aqui relatadas comprovam que a Declaração Universal dos Direitos do Homem serve de marca para a organização dos saberes comuns, através de contextos nacionais diferentes. Elas mostram igualmente que os indivíduos, relativamente a estes direitos, se posicionam em função da eficácia que atribuem a eles mesmos ou às instituições para os fazer respeitar e que as suas tomadas de posição estão ligadas às prioridades de valores, às experiências de discriminação social, às pertenças profissionais e nacionais.

    16.96
  • Processos de Liderança-2ª.Edição

    A liderança constitui uma das preocupações centrais dos tempos modernos. das condições do seu exercício depende, em grande medida, a eficácia e eficiência dos grupos e organizações em sectores tão diversos como o Ensino, a Igreja, a Saúde, a Actividade Sindical, as Forças Armadas e, sobretudo, a Actividade Empresarial. Neste volume aborda-se a problemática da liderança a partir duma perspectiva psico-sociológica, passando em revista os diversos modelos teóricos que têm sido desenvolvidos neste domínio no últimos cinquenta anos. Particular atenção é dada aos resultados empíricos e consequências práticas decorrentes das inúmeras pesquisas desenvolvidas, tanto no laboratório como no terreno. São igualmente descritos os resultados obtidos em pesquisas efectuadas em âmbito nacional.

    18.50
  • A Bíblia de Bolso da Gravidez

    Os nove meses de gravidez são sempre simultaneamente maravilhosos e assustadores. É uma altura de transformação, de expectativa… e de mil e uma dúvidas! Entre o que os médicos, os familiares, as amigas e as vizinhas dizem, nada como tirar tudo a limpo. Afinal o que pode esperar ver na primeira ecografia? Quantas chávenas de café pode a grávida consumir? É seguro viajar durante a gravidez? Como preparar-se para o nascimento? Quais os critérios a ter em conta na escolha do nome do bebé? O que realmente faz falta na mala para a maternidade? Todas as respostas, factos e curiosidades que uma grávida quer saber reunidos num livro divertido e bem organizado, para uma mais rápida consulta.

    15.43
  • Sou Pai, e Agora-A Arte da Paternidade-Guia Fund Homens

    Acabou de ser pai ou vai sê-lo em breve? Boa! É a melhor coisa do mundo, etc., etc.. Agora a vida pode retomar o seu rumo… ou quase… Com Sou pai, e agora? ficará a saber como vai ser a vida daqui em diante. Repleto de informações e dicas práticas, de leitura fácil, eis um livro divertido que lhe explica tudo o que precisa de saber para sobreviver ao próximo ano, nomeadamente: – Sono: Está provavelmente a perceber porque é que a privação de sono é usada como tortura. Com o que pode contar, em que alturas, e como aguentar? – Sexo: Quando recomeça? A amamentação funciona mesmo com meio de contraceção? Como e quando recuperar a relação privilegiada com a sua companheira? – Dinheiro: Tem consciência de ter gasto uma pequena fortuna antes do nascimento do seu filho? As despesas vão continuar – mas em que medidas? Haverá soluções que não impliquem mandar o seu bebé lavar pratos? – O seu bebé: Por enquanto o fruto das suas entranhas não faz muito mais do que comer e dormir. O que pode esperar dele e quando? Graças a este livro, no fim do primeiro ano não só conseguirá mudar uma fralda a dormir (se é que consegue arranjar algumas horas para tal) mas também, e mais importante, dominará a arte de ser um excelente pai.

    16.00
  • A Recuperação da Autoridade

    DE UM DOS MAIS FAMOSOS E CONCEITUADOS PEDAGOGOS DA ACTUALIDADE COM PREFÁCIO DE DANIEL SAMPAIO José Antonio Marina ocupa-se e preocupa-se com um tema central, tanto para a família como para a escola: a autoridade. Mas em que consiste esta autoridade? Por um lado, a educação permissiva, exercida nos últimos tempos, fez com que os nossos filhos não aceitassem mais ordens nem orientações. Esquecemo-nos de que, para sermos felizes, teremos forçosamente de ver alguns dos nossos desejos frustrados, e que conviver com isto é próprio da condição humana. Por outro lado, a educação autoritária, que transparece na fórmula «é assim porque eu digo», mostrou-se ineficaz e contraproducente. O autor reclama assim uma autoridade responsável. É melhor obedecer por convicção do que por coacção. E é precisamente por essa via que conseguimos resolver os nossos problemas. Este livro é uma bússola, um mapa de navegação, com exemplos e propostas que nos permitem «fazer melhor» a inevitável tarefa de educar.

    14.84
  • Psico-Truques para Crianças dos 3 aos 6 Anos

    Como evitar que a hora de deitar seja um verdadeiro pesadelo? As bulhas entre irmãos são mesmo inevitáveis? Porque tenho a impressão de ter de repetir incessantemente as mesmas instruções? Como reagir às mentiras da criança? O que fazer para evitar que o nosso filho se transforme numa “criança -rei”? Como prepará-lo para a escola? Este segundo título da coleção Psico-truques fornece respostas claras às perguntas que a maioria dos pais se coloca sobre o desenvolvimento do filho, dos 3 aos 6 anos de idade. Desmistifica certas noções relativas à evolução da criança e oferece, de modo simples, dicas e conselhos que facilitarão a vida dos pais. Cada artigo resume-se a alguns psico-truques ao alcance de qualquer um, para serem aplicados na vida de todos os dias.

    14.55
  • Psico-Truques para Crianças dos 0 aos 3 Anos

    Em que altura o feto entra em contacto connosco? Devo deixar o meu filho chorar? Como habituá-lo a dormir na sua própria cama? Embalo-o com muita frequência: um capricho? Com que idade é que a criança deixa de usar fralda? Como prevenir as birras? Respostas claras às perguntas que a maioria dos pais se coloca sobre o desenvolvimento do filho, desde a vida intra-uterina até aos 3 anos de idade. Este livro desmistifica certas noções relativas à evolução da criança e oferece, de modo simples, dicas e conselhos que facilitarão a vida dos pais. Cada artigo resume-se a alguns psico-truques ao alcance de qualquer um, para serem aplicados na vida de todos os dias. Estratégias da Psicologia para Não dar em Doido

    13.99
  • Conversas de Bebé

    Todas as crianças são espertas, mas pode dar à sua um empurrão. FALE com ela, ajude-a a desenvolver o seu verdadeiro potencial. A boa aprendizagem da linguagem constitui uma base para o sucesso da vida do seu filho. Com ela, a criança terá capacidade para lidar com as exigências que a vida lhe proporcionará. Muitos pais julgam que a aprendizagem da linguagem é um dado adquirido, ou encaram-na como a responsabilidade dos professores, o que é incorrecto. Ajudá-lo nessa tarefa pode parecer uma responsabilidade incrível vista à luz desta realidade, mas a verdade é que é, sim, incrivelmente simples fazê-lo! A linguagem aprende-se a qualquer hora, em qualquer lugar. Basta que FALE, FALE, FALE – em casa, no jardim, nos transportes, no carro, enquanto lhe dá de comer, enquanto cozinha, enquanto lhe dá banho – FALE, FALE, FALE – naturalmente, de forma espontânea. Torne esse simples gesto um modo de vida. Conversas de Bebé é um guia de leitura acessível, repleto de ideias para ajudá-lo a transformar as actividades diárias em divertidas experiências de aprendizagem para o seu bebé. Não precisa de um diploma, de brinquedos caros ou ferramentas luxuosas – tudo o que precisa é de entusiasmo, de um pouco de imaginação e deste livro que lhe ensinará muitas coisas.

    15.90
  • Aprender a Ir à Escola

    A preparação que as crianças realizam antes de irem para a escola avalia em grande medida o grau de sucesso que obterão ao longo do percurso escolar e da vida. Quanto mais bem sucedidas forem na escola melhor se sentirão consigo próprias, maior a probabilidade de serem resilientes e capazes de enfrentar os desafios da vida. O seu papel na preparação do seu filho para a escola não é ensiná-lo a ler e a escrever – é sobretudo ensiná-lo a aprender e a cultivar o amor à aprendizagem – ajudá-lo a querer aprender, o que é infinitamente mais importante do que ser ensinado. “Aprender a Ir à Escola” ensina-o a promover as capacidades linguísticas e de aprendizagem do seu filho através de brincadeiras; como explorar o entusiasmo, curiosidade e energia naturais da criança e criar oportunidades para consolidar a confiança, crescer social e emocionalmente, desenvolver a coordenação e a capacidade de resolver problemas. • É prático e simples • Está repleto de ideias para o ajudar a transformar as actividades do dia a dia em experiências de aprendizagem divertidas para o seu filho • Oferece sugestões e dicas para usar o que tem ao seu dispor para ensinar ao seu filho as capacidades fundamentais • Inclui directrizes para as várias fases de desenvolvimento nas principais áreas • Inclui jogos que desafiam a imaginação, apropriados a cada faixa etária pré-escolar • Realça eventuais problemas de desenvolvimento que possam surgir para que seja capaz de os identificar e rectificar • Disponibilize tempo para brincar com o seu filho – jogos de espera enquanto está preso no trânsito, jogos de histórias para consolidar as capacidades linguísticas, jogos de exercício para desenvolver as capacidades motoras, jogos sossegados para desenvolver a paciência e a resiliência. Use as ideias do livro para deliciar e ensinar o seu filho e divirta-se enquanto o faz.

    13.33
  • Problemas Quotidianos de Educação

    Os conselhos da autora inspiram-se nos ensinamentos do grande pedagogo Anton Makarenko. Mediante uma narrativa simples, baseada nos conhecimentos científicos do desenvolvimento da criança, os seus Problemas Quotidianos de Educação procuram levar os pais a reflectir no seu papel de educadores e sugerem-lhes algumas regras que serão a chave do êxito no domínio da disciplina, da autoridade, da sociabilidade, da vontade, da indepêndencia, bem como da orientação das actividades por meio de jogos ou do aprendizado da vida escolar. Mostra-nos que o “ofício de pai” se aprende, que exige paciência e compreensão infinitas. Algumas cartas dirigidas a pais que lhe apresentaram problemas completam este estudo com exemplos concretos e vivos.

    10.57
  • Casa de Pais… Escola de Filhos,

    Orientações práticas da psicologia para as dúvidas e atritos do dia a dia. Casa de Pais… Escola de Filhos reúne uma série de textos simples e diretos, apresentando conselhos e orientações para resolver e contornar as dificuldades do dia a dia com que cada um se confronta na educação dos filhos. Das birras dos mais novos à questão do dinheiro ou da sexualidade dos mais velhos, passando pelas relações com a escola, com a família, o papel do psicólogo ou a importância dos modelos que se apresentam, eis um livro que nos ajudará a acompanhar os nossos filhos no caminho para a idade adulta e para uma melhor integração na sociedade. «Este livro não é um texto académico para psiquiatras ou psicólogos. Destina se a pais, avós, professores, profissionais e todos que lidam com crianças e adolescentes.» Do prefácio, do Prof. Doutor Hugo Gil Ferreira. Eva Delgado-Martins é Psicóloga e Especialista em Educação Parental.

    13.36