Democracia, Partidos e Elites Políticas

Democracia, Partidos e Elites Políticas

Democracia, Partidos e Elites Políticas é uma obra fundamental para compreender a relação entre a classe política, os indivíduos concretos que a compõem, e as instituições da democracia. As análises específicas do caso italiano e dos seus intricados problemas, assim como as investigações comparativas mais amplas, que se encontram nesta obra conduzem-nos através de investigação rigorosa e fascinante a um dos assuntos mais pertinentes dos estudos políticos: saber como mudam, por efeito da crescente integração europeia, as condições políticas em que operam as elites democráticas dos países membros. O autor coloca neste livro a questão: “Devemos privilegiar o ponto de vista dos actores individuais, com as suas características pessoais, os seus interesses e opiniões, os recursos de que dispõem e as motivações que orientam as suas acções, ou, pelo contrário, o ponto de vista das instituições, entendidas como sistemas complexos de normas e de papéis, de constrangimentos e de expectativas, dotadas de um ethos específico, que condicionam os indivíduos que dela fazem parte?”. A obra está dividida em duas partes. Na primeira parte o autor oferece instrumentos para repensar as definições de partido e de governo. É feita uma abordagem inédita sobre a complexidade do governo e dos partidos e aborda um tema tão interessante quanto polémico: a profissão de ministro na Europa Ocidental. Na segunda parte, somos colocados perante a realidade italiana, tanto naquilo que tem de específico, como de paradigmático e universal: a unificação das elites e a consolidação da democracia em Itália (uma perspectiva histórica); a crise de partidos à italiana; Elites, políticas internacionais e a construção da polis europeia – o caso italiano em perspectiva comparada. MAURIZIO COTTA (n. 1947), professor de Ciência Política e director do Centro Interdipartimentale di Ricerca sul Cambiamento Politico da Universidade de Siena, é co-autor de Il sistema politico italiano (2008) e um dos coordenadores de Parliamentary Representatives in Europe, 1848-2000 (2000) e de Democratic Representation in Europe: Diversity, Change and Convergence (2007).

23.32

Em stock

REF: 7006 Categoria: Etiqueta:
  • Sobre o livro
  • Detalhes do produto

Descrição

Democracia, Partidos e Elites Políticas é uma obra fundamental para compreender a relação entre a classe política, os indivíduos concretos que a compõem, e as instituições da democracia. As análises específicas do caso italiano e dos seus intricados problemas, assim como as investigações comparativas mais amplas, que se encontram nesta obra conduzem-nos através de investigação rigorosa e fascinante a um dos assuntos mais pertinentes dos estudos políticos: saber como mudam, por efeito da crescente integração europeia, as condições políticas em que operam as elites democráticas dos países membros. O autor coloca neste livro a questão: “Devemos privilegiar o ponto de vista dos actores individuais, com as suas características pessoais, os seus interesses e opiniões, os recursos de que dispõem e as motivações que orientam as suas acções, ou, pelo contrário, o ponto de vista das instituições, entendidas como sistemas complexos de normas e de papéis, de constrangimentos e de expectativas, dotadas de um ethos específico, que condicionam os indivíduos que dela fazem parte?”. A obra está dividida em duas partes. Na primeira parte o autor oferece instrumentos para repensar as definições de partido e de governo. É feita uma abordagem inédita sobre a complexidade do governo e dos partidos e aborda um tema tão interessante quanto polémico: a profissão de ministro na Europa Ocidental. Na segunda parte, somos colocados perante a realidade italiana, tanto naquilo que tem de específico, como de paradigmático e universal: a unificação das elites e a consolidação da democracia em Itália (uma perspectiva histórica); a crise de partidos à italiana; Elites, políticas internacionais e a construção da polis europeia – o caso italiano em perspectiva comparada. MAURIZIO COTTA (n. 1947), professor de Ciência Política e director do Centro Interdipartimentale di Ricerca sul Cambiamento Politico da Universidade de Siena, é co-autor de Il sistema politico italiano (2008) e um dos coordenadores de Parliamentary Representatives in Europe, 1848-2000 (2000) e de Democratic Representation in Europe: Diversity, Change and Convergence (2007).

Informação adicional

Weight 0.312 kg
Dimensions 14 x 21 cm