Linguagem e Modernidade

Linguagem e Modernidade

O tema deste livro é a relação entre Linguagem e Experiência nas sociedades contemporâneas, onde os media possuem um papel importante. É a consciência de uma relação estreita entre a experiência vivida e a linguagem que dirige a atenção para os problemas que a comunicação levanta em termos de relações intersubjectivas, numa época de forte configuração mediática. Num tempo em que se vai tornando claro que a comunicação constitui o horizonte insuperável onde conhecemos e experimentamos a realidade, evidencia-se igualmente a fragilidade e os limites de qualquer forma de comunicação. Para entrar no discurso específico dos estudos da comunicação, dos media e da cultura, são seguidas duas linhas: por um lado, a singularidade da experiência contida na linguagem e a interpretação como tarefa, sustentadas a partir da hermenêutica crítica; pelo outro lado, cientificismo, pretensões positivistas, analíticas e lógicas. É na esteira desta ambivalência que se delineia um quadro geral para a compreensão da discursividade moderna, associada às mutações sociais e à influência dos media. Discurso e real tendem a confundir-se e, da multiplicidade de discursos, distinguem-se os simples e evidentes. É deste jogo, em que interpretação e experiência se cruzam, que o presente livro dá conta, mostrando que a linguagem pode fazer sentido – a partir da capacidade criadora e transformadora dos indivíduos, da experiência extrema enquanto Sujeito.

11.66 8.16

- 30% Desconto
REF: 90005 Categoria: Etiqueta:

Esgotado

  • Sobre o livro
  • Detalhes do produto

Descrição

O tema deste livro é a relação entre Linguagem e Experiência nas sociedades contemporâneas, onde os media possuem um papel importante. É a consciência de uma relação estreita entre a experiência vivida e a linguagem que dirige a atenção para os problemas que a comunicação levanta em termos de relações intersubjectivas, numa época de forte configuração mediática. Num tempo em que se vai tornando claro que a comunicação constitui o horizonte insuperável onde conhecemos e experimentamos a realidade, evidencia-se igualmente a fragilidade e os limites de qualquer forma de comunicação. Para entrar no discurso específico dos estudos da comunicação, dos media e da cultura, são seguidas duas linhas: por um lado, a singularidade da experiência contida na linguagem e a interpretação como tarefa, sustentadas a partir da hermenêutica crítica; pelo outro lado, cientificismo, pretensões positivistas, analíticas e lógicas. É na esteira desta ambivalência que se delineia um quadro geral para a compreensão da discursividade moderna, associada às mutações sociais e à influência dos media. Discurso e real tendem a confundir-se e, da multiplicidade de discursos, distinguem-se os simples e evidentes. É deste jogo, em que interpretação e experiência se cruzam, que o presente livro dá conta, mostrando que a linguagem pode fazer sentido – a partir da capacidade criadora e transformadora dos indivíduos, da experiência extrema enquanto Sujeito.

Informação adicional

Peso0.268 kg
ISBN978-972-24-1268-x
Dimensões17 × 24 cm
Número de Páginas144
Encadernaçãocapa mole
Faixa Etária Todas as idades