Filhos de Margarida Marante indiferentes a revelações polémicas sobre a jornalista

Filhos de Margarida Marante indiferentes a revelações polémicas sobre a jornalista

A apresentação do livro que retrata a vida de Margarida Marante contou com a presença dos filhos, Catarina e Henrique, da mãe, Hortência Anjos, e do seu primeiro marido, Henrique Granadeiro.

Três anos e meio após a morte de Margarida Marante é lançada a sua biografia. Escrito por Maria João Martins, o livro retrata todo o percurso profissional da jornalista, mas também alguns pormenores da sua vida pessoal, entre eles, o consumo de cocaína, supostamente iniciado por Emídio Rangel, tal como é revelado na obra por Daniel Proença de Carvalho, que apresentou o livro, no passado dia 2, no El Corte Inglês. “Penso que não revelei nada, fiz apenas um comentário sobre as personalidades de ambos. Quando prestei este testemunho fi-lo de uma forma espontânea. Foi uma simples conversa com a autora do livro que, com toda a liberdade, escreveu o que entendeu”, explicou o advogado.
Indiferentes à polémica, dois dos três filhos da jornalista, Catarina e Henrique, fizeram questão de revelar o orgulho que sentem do percurso da mãe. “Há muitas passagens bonitas neste livro que podiam ser objeto de realce. Nós não temos a mínima vergonha do percurso bom e mau que a minha mãe teve em vida. Não pretendíamos que isso fosse omitido nem pusemos nenhum entrave à autora”, contou Henrique, enquanto Catarina acrescentou: “Foi doloroso reviver algumas coisas, assim como é doloroso o dia de hoje, mas acima de tudo o que nós queremos com este livro é lembrar a grande profissional e a grande mãe que ela foi”.

Partilhar este artigo