Lisboa e Amesterdão 1640 – 1705

Lisboa e Amesterdão 1640 – 1705

Nesta obra, Cátia Antunes identifica os agentes globalizadores que auxiliaram, influenciaram e determinaram as relações económicas e diplomáticas entre as Províncias Unidas dos Países Baixos e o Reino de Portugal. Segundo a autora, negócios e diplomacia foram elementos vitais nas relações socioeconómicas entre Lisboa e Amesterdão. Estes dois portos detinham um papel central no funcionamento de extensas e complexas redes de comércio, crédito e investimento, bem como sob vários mercados de trabalho, quer a nível local e regional, quer a nível intercontinental e global. Consequentemente, os mercadores, agentes económicos, representantes políticos e diplomatas que operavam a partir de Lisboa e Amesterdão foram importantes agentes da globalização expansionista da Idade Moderna.

20.09

Em stock

REF: 45049 Categoria: Etiqueta:
  • Sobre o livro
  • Detalhes do produto

Descrição

Nesta obra, Cátia Antunes identifica os agentes globalizadores que auxiliaram, influenciaram e determinaram as relações económicas e diplomáticas entre as Províncias Unidas dos Países Baixos e o Reino de Portugal. Segundo a autora, negócios e diplomacia foram elementos vitais nas relações socioeconómicas entre Lisboa e Amesterdão. Estes dois portos detinham um papel central no funcionamento de extensas e complexas redes de comércio, crédito e investimento, bem como sob vários mercados de trabalho, quer a nível local e regional, quer a nível intercontinental e global. Consequentemente, os mercadores, agentes económicos, representantes políticos e diplomatas que operavam a partir de Lisboa e Amesterdão foram importantes agentes da globalização expansionista da Idade Moderna.

Informação adicional

Weight 0.42 kg
Dimensions 17 x 24 cm