Da Disciplina do Traço à Irreverência do Borrão

Da Disciplina do Traço à Irreverência do Borrão

Para além dos documentos habituais (legislação, programas de ensino, manuais escolares, imprensa especializada), Lígia Penim descobriu uma fonte perfeita: os relatórios dos professores auxiliares e agregados dos liceus. É este corpus documental que ela analisa à luz de aproximações teóricas muito interessantes (onde está Foucault, mas onde estão também as leituras que dele fizeram Thomas Popkewitz, Ivor Goodson, Tomaz Tadeu da Silva e tantos outros), examinando-o com extremo rigor metodológico. O resultado está à vista. O seu trabalho sugere uma renovação historiográfica nos estudos curriculares, ao mesmo tempo que abre para uma compreensão histórica das disciplinas escolares. É uma obra importante que merece ser lida e discutida, não só pelos historiadores, mas também pelos professores, sobretudo aqueles que têm a seu cargo o ensino do Desenho e dos Trabalhos Manuais.

19.08

Em stock

REF: 1147 Categoria: Etiqueta:
  • Sobre o livro
  • Detalhes do produto

Descrição

Para além dos documentos habituais (legislação, programas de ensino, manuais escolares, imprensa especializada), Lígia Penim descobriu uma fonte perfeita: os relatórios dos professores auxiliares e agregados dos liceus. É este corpus documental que ela analisa à luz de aproximações teóricas muito interessantes (onde está Foucault, mas onde estão também as leituras que dele fizeram Thomas Popkewitz, Ivor Goodson, Tomaz Tadeu da Silva e tantos outros), examinando-o com extremo rigor metodológico. O resultado está à vista. O seu trabalho sugere uma renovação historiográfica nos estudos curriculares, ao mesmo tempo que abre para uma compreensão histórica das disciplinas escolares. É uma obra importante que merece ser lida e discutida, não só pelos historiadores, mas também pelos professores, sobretudo aqueles que têm a seu cargo o ensino do Desenho e dos Trabalhos Manuais.

Informação adicional

Weight 0.296 kg
Dimensions 14 x 21 cm