Tag - Correio da Manhã

Reedição em versão bilingue de “28 — Crónica de um percurso”, de José-Augusto França

Lisboa dispõe atualmente de seis linhas de elétrico, entre elas a do 28, que é a “a mais longa e complexa e riquíssima de informação urbana”, afirma José-Augusto França, na obra “28 — Crónica de um percurso”. A obra “28 — Crónica de um percurso”, do historiador de arte José-Augusto França, com fotografias, agora a cores, de Pedro Soares, foi reeditada em bilingue – português/inglês –, pela editora Livros Horizonte. “Desde 1983 o elétrico 28 larga do Martim Moniz e nos Prazeres vai enterrar, ressuscitando ali para regresso à circulação”, fazendo um percurso que “sobe à Graça, descendo pela Sé até [...]

Ler mais...

Amigos de Margarida Marante criticam revelação de vícios

Revelações sobre consumo de cocaína geram desconforto. “O vício [da cocaína] fora adquirido com Emídio Rangel, mas enquanto ele tinha estrutura física e emocional para recuperar, a Margarida não tanto”. Esta é a frase que está a gerar muita polémica e que consta da biografia de Margarida Marante, lançada esta segunda-feira em Lisboa, da autoria de Maria João Martins. Foi Proença de Carvalho, advogado e amigo da jornalista, quem proferiu a afirmação que deixou a mãe de Margarida Marante e alguns amigos incomodados. “Acho que o livro está bem, mas há ali uma coisa que me aborrece”, fez saber Hortênsia, mãe [...]

Ler mais...

Vício de Marante foi “adquirido com Rangel”

Proença de Carvalho comenta vício da jornalista em biografia. A dependência de drogas foi assumida por Margarida Marante, mas o advogado Daniel Proença de Carvalho revela agora que o vício em cocaína da falecida jornalista se iniciou com o marido de então, Emídio Rangel – que morreu em agosto de 2014.  “Daniel Proença de Carvalho, que manteve sempre a amizade nesses tempos duros, pensa que ‘esse vício fora adquirido com Emídio Rangel, mas enquanto ele tinha estrutura física e emocional para recuperar, a Margarida não tanto’”, escreve Maria João Martins numa nova biografia de Margarida Marante, citando o conhecido advogado. Ler [...]

Ler mais...

“Vício adquirido com Rangel”

Proença de Carvalho afirma numa biografia que foi com o ex-marido que a jornalista se tornou dependente da cocaína. A dependência de drogas foi assumida por Margarida Marante, mas o advogado Daniel Proença de Carvalho revela agora que o vício em cocaína da falecida jornalista se iniciou com o marido de então, Emídio Rangel – que morreu em agosto de 2014. “Daniel Proença de Carvalho, que manteve sempre a amizade nesses tempos duros, pensa que ‘esse vício fora adquirido com Emídio Rangel, mas enquanto ele tinha estrutura física e emocional para recuperar, a Margarida não tanto’”, escreve Maria João Martins numa [...]

Ler mais...

Biografia fala dos vícios de Margarida Marante

O advogado Proença de Carvalho revela neste livro que Emídio Rangel é o responsável pelo uso de cocaína por parte da jornalista. Falecida em 2012, Margarida Marante foi um dos nomes maiores do jornalismo televisivo em Portugal mas os últimos anos de vida ficaram marcados por várias polémicas, que voltam agora a ser recordadas na biografia lançada pela editora Livros do Horizonte. Uma das partes que está já a dar muito que falar é onde o advogado Daniel Proença de Carvalho, um dos amigos mais próximos de Marante, acusa o falecido Emídio Rangel de ser o iniciador de Margarida no [...]

Ler mais...