Reedição em versão bilingue de “28 — Crónica de um percurso”, de José-Augusto França

Reedição em versão bilingue de “28 — Crónica de um percurso”, de José-Augusto França

Lisboa dispõe atualmente de seis linhas de elétrico, entre elas a do 28, que é a “a mais longa e complexa e riquíssima de informação urbana”, afirma José-Augusto França, na obra “28 — Crónica de um percurso”.
A obra “28 — Crónica de um percurso”, do historiador de arte José-Augusto França, com fotografias, agora a cores, de Pedro Soares, foi reeditada em bilingue – português/inglês –, pela editora Livros Horizonte.
“Desde 1983 o elétrico 28 larga do Martim Moniz e nos Prazeres vai enterrar, ressuscitando ali para regresso à circulação”, fazendo um percurso que “sobe à Graça, descendo pela Sé até à Baixa, para trepar à Estrela, de colina para colina”, descreve o historiador.

Partilhar