Uraça O Indio Branco

Uraçá, o Índio Branco

8.08€

No ano de 1500, tempo de Descobrimentos e rivalidades com Castela e outras nações da Europa, Lisboa fervilha de espiões cujos serviços são pagos a peso de ouro. Gonçalo descobre um crime de alta traição e, para salvar a vida, tem de se engajar na armada de Pedro Álvares Cabral, onde sofre o destino terrível dos grumetes nas naus a caminho da Índia. Mesmo aí os seus inimigos o perseguem preparando-lhe (e a Mateus) uma armadilha de que dificilmente poderia escapar sem a ajuda de uns novos e inesperados amigos, os Tupi – uma tribo de gente nua, de uma raça nunca antes vista, com a pele cor de cobre coberta de pinturas e de penas –, encontrados numa terra intocada pelo homem dito “civilizado”. Neste novo mundo e entre tão estranho povo, o grumete vai conhecer o amor, sofrer uma angustiosa iniciação e renascer como Outro, após uma tremenda batalha dentro si mesmo, como um ser de dois mundos e duas civilizações opostas: “Gonçalo não sabia como lidar com as novas sensações e sentimentos descobertos desde que aportara àquela terra e conhecera um povo pardo e nu a viver como Adão e Eva no Paraíso. E a formosa filha da floresta, dormindo confiante nos seus braços, numa noite desfizera com as suas carícias os nós da revolta, do ódio e do medo, reabrindo no seu coração o espaço da ternura e do amor.” “É uma obra completa. A sensibilidade e a criatividade da autora embalam-nos numa aventura tão séria como divertida, cuja leitura é difícil de interromper; a qualidade literária e a honestidade intelectual, fazem deste livro uma contínua e admirável lição de português e da história dos Descobrimentos.” Fátima Pinheiro

Esgotado

REF: 91002 Categoria: Etiqueta:
  • Sobre o livro
  • Detalhes do produto

Product Description

No ano de 1500, tempo de Descobrimentos e rivalidades com Castela e outras nações da Europa, Lisboa fervilha de espiões cujos serviços são pagos a peso de ouro. Gonçalo descobre um crime de alta traição e, para salvar a vida, tem de se engajar na armada de Pedro Álvares Cabral, onde sofre o destino terrível dos grumetes nas naus a caminho da Índia. Mesmo aí os seus inimigos o perseguem preparando-lhe (e a Mateus) uma armadilha de que dificilmente poderia escapar sem a ajuda de uns novos e inesperados amigos, os Tupi – uma tribo de gente nua, de uma raça nunca antes vista, com a pele cor de cobre coberta de pinturas e de penas –, encontrados numa terra intocada pelo homem dito “civilizado”. Neste novo mundo e entre tão estranho povo, o grumete vai conhecer o amor, sofrer uma angustiosa iniciação e renascer como Outro, após uma tremenda batalha dentro si mesmo, como um ser de dois mundos e duas civilizações opostas: “Gonçalo não sabia como lidar com as novas sensações e sentimentos descobertos desde que aportara àquela terra e conhecera um povo pardo e nu a viver como Adão e Eva no Paraíso. E a formosa filha da floresta, dormindo confiante nos seus braços, numa noite desfizera com as suas carícias os nós da revolta, do ódio e do medo, reabrindo no seu coração o espaço da ternura e do amor.” “É uma obra completa. A sensibilidade e a criatividade da autora embalam-nos numa aventura tão séria como divertida, cuja leitura é difícil de interromper; a qualidade literária e a honestidade intelectual, fazem deste livro uma contínua e admirável lição de português e da história dos Descobrimentos.” Fátima Pinheiro

Additional Information

Peso 0.206 kg
ISBN 978-972-24-1201-9
Dimensões 14 x 21 cm
Número de Páginas 184
Encadernação Capa Mole
Faixa Etária 10 - 12 anos