Campo Maior. As Festa do Povo das origens à actualidade

Campo Maior as Festas do Povo

Campo Maior. As Festa do Povo das origens à actualidade

21.20€

As FESTAS DO POVO DE CAMPO MAIOR têm as suas raízes mais antigas no culto a São João Baptista constituído padroeiro de Campo Maior, comprovadamente, desde o século XVI. As comemorações em honra do Precursor de Cristo, remontam ao século XVIII. Começaram a fazer-se como forma de agradecer ao Santo ter salvo Campo Maior nas aflições de um cerco por tropas invasoras que estavam na eminência de tomar de assalto a povoação. Na forma que hoje revestem, começaram a fazer-se em 1893. Desde então realizaram-se trinta e duas vezes. Com grande irregularidade, segundo os caprichos da fortuna e os acasos da política que foram determinando a vontade do povo para as levar a efeito. Por várias vezes os períodos de interrupção foram tão longos que parecia que a tradição se iria para sempre perder. Quando tudo parecia irremediavelmente esquecido, elas voltavam. Foram-se adaptando às mudanças para poderem sobreviver. Cresceram em criatividade, em grandeza e em fama. Como todos os fenómenos de cultura popular, têm sido mais enfabuladas do que verdadeiramente explicadas. Ao sabor da memória que o tempo vai tecendo, foram-se construindo histórias acerca destas festas centenárias, cuja fama tem corrido mundo. A notoriedade alcançada, que desde há muito passou para além do espaço regional e das fronteiras de Portugal, torna necessária uma explicação mais certa e fundamentada. As FESTAS DO POVO DE CAMPO MAIOR merecem que a sua história verdadeira seja construída. Este livro foi escrito com a intenção de contribuir para que esse objectivo seja alcançado.

Em stock

REF: 39046 Categoria: Etiqueta:
  • Sobre o livro
  • Detalhes do produto

Descrição do Produto

As FESTAS DO POVO DE CAMPO MAIOR têm as suas raízes mais antigas no culto a São João Baptista constituído padroeiro de Campo Maior, comprovadamente, desde o século XVI. As comemorações em honra do Precursor de Cristo, remontam ao século XVIII. Começaram a fazer-se como forma de agradecer ao Santo ter salvo Campo Maior nas aflições de um cerco por tropas invasoras que estavam na eminência de tomar de assalto a povoação. Na forma que hoje revestem, começaram a fazer-se em 1893. Desde então realizaram-se trinta e duas vezes. Com grande irregularidade, segundo os caprichos da fortuna e os acasos da política que foram determinando a vontade do povo para as levar a efeito. Por várias vezes os períodos de interrupção foram tão longos que parecia que a tradição se iria para sempre perder. Quando tudo parecia irremediavelmente esquecido, elas voltavam. Foram-se adaptando às mudanças para poderem sobreviver. Cresceram em criatividade, em grandeza e em fama. Como todos os fenómenos de cultura popular, têm sido mais enfabuladas do que verdadeiramente explicadas. Ao sabor da memória que o tempo vai tecendo, foram-se construindo histórias acerca destas festas centenárias, cuja fama tem corrido mundo. A notoriedade alcançada, que desde há muito passou para além do espaço regional e das fronteiras de Portugal, torna necessária uma explicação mais certa e fundamentada. As FESTAS DO POVO DE CAMPO MAIOR merecem que a sua história verdadeira seja construída. Este livro foi escrito com a intenção de contribuir para que esse objectivo seja alcançado.

Informação adicional

Peso 0.478 kg
ISBN 978-972-24-1337-6
Dimensões 17 x 24 cm
Número de Páginas 240
Encadernação Capa Mole
Faixa Etária Todas as idades