B

  • Philippa of Lancaster

    Daughter of John of Gaunt, granddaughter of the great Edward III, Philippa of Lancaster left behind her much loved England to marry the Portuguese King João I.  Mother of Henry, the Navigator, and of five other children, together known as the “Illustrious Generation”, this is the story of love and enmity, adventure and intrigue of the only English princess who became queen of Portugal.

    A woman of unwavering faith, known for her generosity and strong will, she was determined to change the Portuguese court, so different from the one she had grown up in. Philippa gave birth to her first child when she was 28 years old. That was the beginning of the Ínclita Geração, the “Illustrious Generation”, which would one day sail away in search of new worlds, forever changing the destiny of Portugal, and of the world. Friar John, her tutor, had foreseen her future in the stars. The first daughter of John of Gaunt and Blanche of Lancaster, granddaughter of the great Edward III, she left behind her beloved England to marry the Portuguese King João I. On February 11, 1387, the people of Porto filled the streets of the city to enthusiastically acclaim Filipa de Lencastre, Queen of Portugal. In this historical novel, based on a careful historical research, the bestseller author Isabel Stilwell tells us the story of one of Portugal’s most important queens.

    24.00
  • Ciência: 4000 Anos de História

    Em Ciência: 4000 anos de História, Patricia Fara reescreve o passado da ciência e oferece novas vias para a compreensão e o questionamento da nossa sociedade tecnológica moderna. Percorrendo os séculos desde a Babilónia Antiga até às últimas experiências hi-tech nos campos da genética e da física de partículas, a autora explica-nos como a ciência pertence ao mundo prático da guerra, da política e dos negócios. E, mais do que glorificar cientistas como heróis idealizados, conta-nos histórias verdadeiras sobre pessoas reais – homens (e algumas mulheres) que tiveram de ganhar a vida, cometeram erros e esmagaram rivais. «Dizer que um livro leva ao exercício mental e que provoca apetite para outras leituras é o melhor elogio que se lhe pode fazer. A obra de Patricia Fara tinha esse propósito e cumpriu-o plenamente.» – Do prefácio, do Professor Carlos Fiolhais

    29.90
  • Varões Assinalados

    Obra de excepcional qualidade artística, os Varões Assinalados de Francisco Valença – caricaturista cujo talento artístico contrasta com algum esquecimento público –, traça os retratos das mais destacadas figuras públicas do conturbado período que vai de Setembro de 1909 a Agosto de 1911, acompanhados de biografias humorísticas assinadas por autores como André Brun, Gomes Leal, Alfredo Mesquita, João Chagas, Albino Forjaz de Sampaio ou Mayer Garção. São 48 retratos a texto e traço do mais fino e espirituoso humor, que 100 anos depois aqui recuperamos.

    34.56 24.00
  • 5 de Outubro por Quem Viveu

    Pela primeira vez num só volume, colocamos à disposição do público um conjunto pouco vulgar de fontes escritas pelos mais conhecidos jornalistas coevos e pelos militares e civis actores do 5 de Outubro, desde os mais destacados elementos da revolução até ao mais obscuro voluntário da Rotunda. Com organização e notas de António Ventura, professor catedrático da Faculdade de Letras e director do Centro de História da Universidade de Lisboa, aqui se reconstituem as jornadas revolucionárias de 3, 4 e 5 de Outubro de 1910, através de testemunhos que nos ajudam a compreender os antecedentes, o curso dos acontecimentos e as motivações daqueles que tudo arriscaram em nome da mudança de regime.

    43.99
  • Rainhas de Portugal-2ª.edição

    Pela pena de Francisco da Fonseca Benevides somos conduzidos através de uma viagem no tempo, cheia de descrições, imagens plásticas, tendo como fio condutor a acção e a as biografias das Rainhas de Portugal e a sua influência decisiva, quer como Rainhas, quer como consortes dos reis nos destinos de Portugal. O historiador, pesquisou e compilou documentos, pistas arqueológicas e depoimentos, realizando a mais vasta e completa investigação nesta temática – ainda não superada nos dias de hoje – obtendo uma visão de conjunto abrangente. Francisco Fonseca Benevides nasceu em Lisboa em 1836, tendo falecido em 1911. Foi professor de Física e de Hidrografia no Instituto Industrial de Lisboa, da Mecânica de Artilharia na Escola Naval de Lisboa, tendo quando conclui o curso da Escola Politécnica, ingressado na Marinha em 1851, onde permaneceu até 1856. Em 1854 foi nomeado, por concurso, Regente da cadeira de Física do Instituto de Lisboa e Lente de Matemática e Artilharia da Escola Naval. Fez parte das Comissões encarregadas de estudar as exposições Internacional do Porto (1856) e Universal de Paris (1867). Fonseca Benevides fundou o Museu Tecnológico do Instituto Industrial de Lisboa. Em 1866 foi admitido da Academia das Ciências. Foi nomeado inspector das Escolas Industriais de Portugal em 1884. Foi agraciado com os graus de Cavaleiro da Ordem de Cristo (1862), Cavaleiro da Ordem de Santiago (1866) e Comendador da Ordem de Cristo (1867), tendo ainda sido admitido como Sócio Correspondente da Academia Real das Ciências de Lisboa, em 1866.

    35.33
  • Um Olhar Feminino Sobre Portugal

    “Um olhar Feminino sobre Portugal” é a edição da correspondência entre D. Mariana de Sousa Holstein, condessa de Alva, e a sua irmã, Teresa, esposa de D. José, diplomata em Madrid e futuro Conde de Vila Real, durante os anos de 1814 a 1819, época em que o irmão de ambas é nomeado Ministro dos Negócios Estrangeiros. A correspondência não só nos revela os aspectos da vida pessoal das duas irmãs e das suas famílias, intimamente entrosadas com os destinos do País, mas confere informações inéditas sobre política, a diplomacia e a sociedade da época, preenchendo lacunas importantes da historiografia que se debruça sobre o período oitocentista. O estilo fluente e elegante da autora permite que a obra seja lida como um romance tão fascinante quanto verídico, ao mesmo tempo que proporciona um olhar feminino, crítico e inteligente sobre o Portugal da época e dos meandros por de trás dos acontecimentos. D. Mariana Vicência de Sousa Holstein, Condessa de Alva, nasceu em Turim, a 5 de Maio de 1784. Casou em 1800 com seu tio D. Luís Roque de Sousa Coutinho Monteiro Paim, 3º Conde de Alva. D. Mariana era possuidora de uma cultura invulgar. Irmã do futuro Duque de Palmela, foi uma protectora das Artes e uma pintora de mérito. As vicissitudes da política levaram-na e a seu marido ao exílio, em 1828, quando D. Miguel subiu ao trono. E foi em França que, no ano seguinte D. Mariana viria a falecer.

    31.80
  • Monstrologia

    Em 1899, o eminente dragonologista, Dr. Ernest Drake, fez uma pausa de um ano no seu trabalho com dragões e partiu numa viagem pelo mundo a explorar um novo tema de estudo, o qual denominou “Monstrologia”. Este novo livro revela a minuciosa pesquisa que elaborou acerca de seres supostamente míticos, desde Vampiros e Lobisomens a Unicórnios, Grifos e Serpentes Marinhas. O Dr. Drake quis mostrar que estes alegados “monstros” devem ser estudados e compreendidos ao invés de temidos. Contendo uma variedade de preciosidades, mini-livros, texturas e outros extras, esta é uma edição prodigiosa a não perder.

    14.00
  • Guia de Campo de Dragões

    12 Fantásticos Dragões para montar, no interior! Este guia de campo é um instrumento ímpar para o dragonologista que se preze. Os modelos montam-se, para ajudar à identificação de cada dragão, e desmontam-se facilmente, para melhor serem transportados no terreno. O Guia contém também notas e desenhos pormenorizados dos vários espécimens de dragão, o seu aspecto, os seus hábitos e localizações prováveis, além de uma fascinante introdução à evolução dracónica. Muita da informação aqui encerrada é de descoberta recente. Em suma, uma leitura obrigatória para os nobres estudiosos da espantosa ciência que é a Dragonologia. Imperdível!

    12.00
  • Mitologia

    A mitologia grega, as suas imagens, representações e arquétipos são parte fundamental da nossa cultura e civilização. Mas uma incursão ao reino da Grécia mágica e mitológica pode também ser uma aventura bem divertida. Este álbum, “Mitologia” é já um best-seller em Inglaterra e promete em Portugal divertir ensinando as crianças e jovens de todas as idades.

    14.00
  • Como ser Um Cavaleiro

    Como ser um cavaleiro em 3 simples passos. Parece simples, e é! Basta seguir os ensinamentos de Sir Geoffrey de Lance. O curso é composto por noções de armamento (inclui mesmo um capacete e uma espada, de papel), de luta apeada e a cavalo, tem dicas sobre como construir os melhores castelos (aqueles que são mais fáceis de defender, é claro), ensina a montar um cerco e para inspirar o jovem escudeiro, tem várias histórias de cavaleiros e de batalhas famosos. Transforma a leitura numa aventura!

    PNL

    12.00
  • Piratologia

    Piratologia conta as aventuras vividas pelo capitão Lubber – o Caçador-Mor de Piratas – e sua tripulação, durante a implacável perseguição a Arabella Drummond, a famigerada mulher pirata. Mas é muito mais, é uma excelente fonte de informação sobre piratas, bucaneiros e corsários dos sete mares, ao longo do tempo. Uma verdadeira viagem de descobertas. Um mapa do tesouro, um farrapo de uma verdadeira bandeira de barco pirata, uma saqueta com ouro em pó constituem alguns dos atractivos desta obra ímpar. Uma grande diversão assegurada.

    PNL

    14.00
  • Magologia – O Livro dos segredos de Merlin-2ª.edição

    A MAGIA CONTINUA! O Livro dos Segredos de Merlin Merlin, o maior dos magos, transmite-nos todos os seus segredos neste curso completo de Magologia aplicada! Com um mapa dos feiticeiros de todo o mundo, o atelier de um verdadeiro Mago, as vestes e os acessórios necessários, as fórmulas e os sortilégios mágicos, os tapetes voadores, as poções, os remédios… De entre as muitas surpresas que este livro encerra destacam-se: um mapa-mundo dos feiticeiros de todo o globo, uma amostra do estandarte das fadas (com um desejo para realizar!), uma pena mágica de fénix muito útil em feitiços para voar, livrinhos acerca de unguentos e sortilégios, um pendente dragonológico para localização de animais míticos, um baralho de 8 cartas divinatórias, e segredos, muitos segredos…

    14.00
  • Egiptologia – Em Busca do Túmulo de Osíris-3ª.edição

    Ontem vislumbrei pela primeira vez as pirâmides na viagem de comboio para o Cairo. Símbolos portentosos das misteriosas terras do Egipto, relembraram-me tudo o que venho descobrir – os túmulos poeirentos, os templos ornamentados, os tesouros dourados e as estranhas, misteriosas múmias. Porém, venho também para descobrir algo mais, pois tenho comigo um antigo papiro que pertencia à família Farncombe, o qual muitos acreditam conter uma pista para a localização do túmulo de Osíris. É meu objectivo encontrar este túmulo e revelar os seus tesouros ao mundo inteiro! Emily Sands

    14.00
  • Dragonologia. O mais Completo Livro Sobre Dragões-3ª.edição

    Existem dragões espalhados pelos quatro cantos do mundo. A ignorância, o medo e o cepticismo levaram a que, durante demasiado tempo, muitos os catalogassem como lendas e criaturas da imaginação. Mas o dragão existe, tão real como o ser humano. Europeus e Asiáticos, da Savana às regiões Árticas, de 2 ou 4 pernas, com ou sem asas. Este manual classifica os dragões consoante o seu habitat e distingue as diferentes espécies, oferece uma incursão pela História Natural do dragão, desde o ciclo de vida ao comportamento dracónico, expõe todos os passos do Trabalho de Campo do dragonologista, desde a localização à observação da espécie (sinais típicos da sua presença, equipamento a usar, perigos a evitar) e ensina a domar e a montar dragões. Em apêndice há espaço ainda para revelar de que é composto o laboratório de um verdadeiro dragonologista, para ensinar feitiços e encantamentos e para relembrar dragonologistas e caçadores de dragões célebres. Uma pedrada no charco do mundo da Ciência, o livro Dragonologia repõe a verdade dos factos e guia os mais destemidos e corajosos pelo universo destes fascinantes seres. Nota do Editor: Dragonologia terá sido escrito pelo conceituado dragonologista Dr. Ernest Drake, de St. Leonard’s Forest em Inglaterra e constitui um suposto fac-símile do original publicado como parte de uma tiragem limitada de 100 exemplares em 1896.

    14.00
  • Exposições do Estado Novo – 1934-1940

    A Exposição do mundo Português foi, em 1940, um facto cultural da maior importância no quadro da política do Estado Novo em que se explica, programada que foi pelo próprio Oliveira Salazar no âmbito de vastas comemorações nacionalistas do regime. Mas a exposição de Belém ultrapassa o seu propósito pela qualidade artística da sua realização, apogeu da criação dos artistas portugueses das duas primeiras gerações “modernistas”, após uma série coerente de manifestações que a preparam – desde 1934, na exposição do 1.º Congresso da União Nacional. A Professora Margarida Acciaiuoli consagrou uma parte importante da sua tese de doutoramento (UNL, 1991) à história da Exposição de 1940 estudando minuciosamente as que a precederam, numa recolha inédita de informações, e passando daí ao estudo original da arquitectura e do urbanismo, da pintura e da escultura dos anos 40 em Portugal.

    32.78 19.00
  • Caminho do Oriente – Guia do Património Industrial

    Este “Guia Histórico” corresponde a um projecto no âmbito do Caminho do Oriente de levantamento histórico do património industrial existente na zona Oriental de Lisboa na continuação das transformações urbanas introduzidas pela preparação da EXPO 98. A área oriental da cidade experimentou uma vocação industrial, cujas marcas ficaram traçadas na paisagem, desde a época da expansão. Oficinas, manufacturas, fábricas, chaminés, fornos, grandes conjuntos industriais, bairros operários, trabalho, greves… Este guia procura contribuir para o reconhecimento e salvaguarda dos valores industriais e dos seus edifícios notáveis, da caracterização do valor patrimonial artístico-arquitectónico e técnico das unidades sobreviventes na cidade oriental.

    32.78 19.00